By Amigos

Por: Juanito Carvalho
Justiça Social


Cada dia que passa o homem parece estar pior. A indiferença parece ser parte essencial dessa geração que não quebranta seu coração diante das inúmeras cenas de injustiça social que são apresentadas todos os dias.
Gostamos de exigir nosso direito, aliás, lutamos por eles vorazmente, não permitimos que ninguém, tome aquilo que nos pertence, ou simplesmente avance os limites daquilo que é nosso.
Mas quando o assunto é dever, quando é preciso exercer o meu dever de buscar que os direitos dos outros sejam estabelecidos, somos os primeiros a deixar de cumpri-los. Temos a capacidade de valorizar apenas aquilo que nos pertence.
A justiça social aponta justamente para essa igualdade de direitos. Faz parte da responsabilidade de cada membro da sociedade independente da função que exerça na mesma. Todos são responsáveis pelo bem estar social dos outros.
Uma das coisas que mais chamou a atenção na vida de Jesus, aquilo que fez com que a massa olhasse para Ele, foi justamente esse senso de justiça social que viveu e tentou imprimir em sua geração.
Para o Mestre, todos deveriam ter as mesmas oportunidades, receber os mesmos direitos e exercer os mesmos deveres. Uma pessoa não poderia ser mais valorizada do que as outras por nenhum motivo. Para Ele todos eram iguais.
É fácil buscar a justiça social quando estamos buscando os próprios direitos, quando nos favorece. Difícil é sair do conforto da poltrona e lutar pela justiça social que beneficia os outros.
Precisamos retirar as vendas da injustiça que foram colocadas em nossos olhos. Precisamos aprender a enxergar a necessidade do outro como sendo nossa necessidade e trabalhar para que todos tenham os mesmos direito.
Jesus ensinou que devemos amar nosso próximo como amamos a nós mesmos, isso aponta para o cumprimento da justiça social que tanto falamos em nossos dias. Precisamos aprender a trabalhar a fim de que todos sejam beneficiados, e não apenas alguns, assim como gostamos de ser beneficiados.
Isso é de responsabilidade coletiva, deve estar no pensamento da comunidade em que vivemos, mas começa com atitudes individuais, atitudes essas capazes de influenciar aqueles que estão a nossa volta na luta contra a injustiça social.

Texto original: Blog do Juanito Carvalho