Em busca do conhecimento


Faz muito tempo que não escrevo coisa alguma para o blog, nesse tempo espero que não tenham me esquecido, nesse meio tempo passei por diversas situações que adquirir experiencias legais e até engraçadas.

Ontem mesmo aconteceu algo em minha escola que nunca achei que iria acontecer; reunião entre discente e docente, acontece que a turma que estudo (3º ano do ensino médio) está tendo uma deficiência acadêmica, poucos entregam as atividades passadas pelos professores, e isso chamou atenção de todo o quadro de professores do qual temos aula, e em nossa sala estavam todos para saber o que ocorria em uma sala de tantos alunos que outrora eram aplicados.
Talvez nos falte estimulo mas não podemos nos deixar abater por as dificuldades que já passamos no dia-a-dia, todos sabem que o estado não está preocupado se nos formamos com algum conhecimento, pois quanto menos pessoas virem debaixo, menos cargos da elite serão tirados se é que você está me entendendo. Para eles atos de vandalismo em dependências e patrimônio da escola só é mais uma oportunidade para desviar cada vez mais dinheiro público.
Com isso lembrei de duas passagens bíblicas:


“O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento” (Os 4:6a)


A falta de conhecimento destrói realmente, na ocasião bíblia os filhos de Israel não procuravam o conhecimento, pois eram através dos conhecimento que eles se aproximavam de Deus e nenhum povo que atentava contra Israel quando estava com Deus saía vencedor, mas quando o povo não procurou Deus e o conhecimento caíram nas mãos dos inimigos e ficaram reféns dos povos vizinhos. Trazendo para nossa realidade nós(periferia) ficamos cada vez mais reféns nas mão dos poderosos porque não procuramos adquirir conhecimento, ou você acha que quando um professor é humilhado pelos próprios alunos “eles” se preocupam? Claro que não é a certeza que aqueles permanecerão pobres e continuando por baixo e eles por cima, o professor tem que ser herói, pois alem de não ganhar um salário merecido por sua graduação tem que enfrentar, a grade, o sistema, a falta de estrutura e os alunos que não deveria ser inimigos e sim aliados.
Aquele que adquiri conhecimento vence o sistema chamado estado e incomoda os poderosos, não podemos deixar “eles” nos deixar como reféns.


“Ensina a criança no caminho em que deve andar, e, ainda quando for velho, não se desviará dele"(Pv 22:6)


Isso são para os pais, responsáveis e estado, Salomão alertava nesse provérbio a ter cuidado quais os caminhos que nossos jovens triariam no futuro, mas o que vemos é uma negligencia do estado e até de nossos pais que jogam a responsabilidade para o estado, “que erro!”. Vamos ao nosso sistema carcerários, que coisa triste! Boa parte desistiram de estudar outros são analfabetos, talvez por que viram no crime uma oportunidades aparentemente mais fácil para trilhar, se os responsáveis pela educação não fosse negligentes a grande maioria das vidas que ali estão teriam outro rumo, agora trilham um caminho de morte onde poderias está num caminho de oportunidades, o que se ver é cada vez mais jovens entrando paras drogas e saindo do caminhos que os educadores deveriam ensinar, mais como já falei o estado não faz questão daquele jovem.
Vou falar uma coisa que espero que vocês reflitam e compreendam, pois uma vez meu professor me disse:


“O pior inimigo do estado não é aquela facção criminosa conhecida, é o professor pois eles é quem pode formar cidadãos que realmente podem atacar esse sistema muitas vezes corrupto, o giz na mão do professor é mais poderoso que um fuzil na mão de um traficante”, essa frase me chamou a atenção e é verdade.


Então meus amigos jovens cuidado com o caminhos que trilhamos o que parece ser mais fácil pode não ser e o que pode nos fazer crescer é o conhecimento, vamos buscar o conhecimento pois ela que vai nos fazer grandes homens no caminho certo, como diria um “mano” meu, “temos que correr pelo certo” a dificuldade para nós são ainda intensas mais temos que vencer o sistema através do conhecimento.