Seleção brasileira de futebol feminino é campeã da 1ª copa internacional cidade de São Paulo


   Foi uma linda festa, a torcida lotou o estádio Paulo Machado De Carvalho (Pacaembu) para ver a seleção brasileira de futebol feminino ser campeão. Foi uma surpresa para todos, o grande números de tecedores na decisão da 1ª taça cidade de São Paulo de futebol feminino – Seleções pois durante todo o campeonato a torcida não compareceu em peso mesmo com a entrada muito acessível ao publico, onde o ingresso mais barato custava apenas R$ 5,00. Pude ver pessoalmente o contraste do público na final em comparação ao resto do campeonato, No domingo passado enfrentei uma fila pela qual nunca tinha visto, mas valeu à pena. Deixando um pouco de lado esse assunto de publico, pude ver um lindo espetáculo, futebol arte, dessa seleção de tantas estrelas, não vi o rei Pelé jogar, mas um dia falarei para os meus netos... “Vi a rainha Marta” que nessa semana foi eleita pela quarta vez seguida à melhor do mundo segundo a FIFA, nenhum jogador (homem ou mulher) conseguiu essa marca, essa premiação da que existe desde 1991 o Brasil detém do maior numero de títulos tanto no masculino quanto no feminino agora graças a Marta. Futebol feminino, para quem gosta de arte, eu recomendo.

Leptospirose mata mais do que dengue na Bahia

Desde 2007, enfermidade vitimou 22 pessoas enquanto doença transmitida pelo ‘Aedes aegipty’ causou oito óbitos


Embora o medo de contrair dengue tenha tirado o sono da população, é a leptospirose que mata silenciosamente em toda a Bahia. A doença transmitida pela urina do rato já levou 22 pessoas à morte, de 2007 até agora, enquanto a dengue hemorrágica, a forma mais grave da doença, vitimou oito pacientes no mesmo período – quatro este ano. De janeiro até ontem, somente o Hospital Couto Maia, referência no tratamento de doenças infecto-contagiosas no estado, registrou seis mortes por leptospirose, sendo cinco no mês de março.

O número de vítimas pode ser ainda maior, já que as secretarias municipal e estadual da Saúde ainda não fecharam as estatísticas do mês de abril e há subnotificação. Em Salvador, foram registradas apenas duas mortes. O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do município notificou, de janeiro até a 17ª semana epidemiológica, que equivale a 19 de abril, 49 casos de leptospirose. No mesmo período do ano passado, foram 29. O crescimento das ocorrências alerta para o grave problema vivido, principalmente, pela população dos bairros periféricos de Salvador, exposta à incidência de doenças infecciosas.

A mais recente vítima fatal na capital foi registrada na segunda-feira, 5 de maio. O zelador Antônio José Ferreira, 49 anos, morreu no Hospital Couto Maia, onde ficou internado por 28 dias, após contrair a doença em sua própria casa. O caso gerou revolta e medo aos moradores do Conjunto Sussuarana Velha 1, onde um extenso canal, por onde passa esgoto a céu aberto, percorre todo o conjunto. Os dejetos atraem uma grande quantidade de ratos e baratas, que passeiam livremente em toda a região.

Esgoto - “Ele pegou leptospirose num dia em que a casa dele foi inundada pela água da chuva. Ele estava de chinelo e se contaminou”, contou a esposa do zelador, Antônia Silvia de Araújo, 52. Ela disse que, apesar de morarem em casas separadas, já presenciou várias vezes a luta do marido no combate aos ratos. A situação põe em risco todo o conjunto. Difícil encontrar alguém que não cruze com os roedores pelas ruas e até dentro de casa. Além da ameaça da leptospirose, o esgoto também vem causando problemas de pele em muitas pessoas, sendo as crianças as mais atingidas.

“A gente tem muito medo de pegar a leptospirose. Tenho um filho pequeno e não deixo ele andar descalço”, disse a moradora Deise Souza Santos, 26. Ela denuncia que há mais de um ano o Centro de Controle de Zoonoses não aparece no bairro para colocar o veneno utilizado no processo de desratização. “A gente não pode nem colocar chumbinho aqui por causa das crianças e dos ani-mais. Não temos como espantar os ratos”, lamentou.

Segundo o presidente da Associação de Moradores de Sussuarana e Adjacências, Eniedson Ferreira dos Santos, o esgoto é conseqüência de uma obra inacabada do Projeto Viver Melhor, da área de habitação, realizado pela Companhia de Desenvolvimento Urbano do Estado da Bahia (Conder) em parceria com a Caixa Econômica Federal (CEF). A obra foi finalizada em 2005, mas não houve canalização do esgoto. “A morte do morador é conseqüência da irresponsabilidade e do descaso dos poderes públicos”, acusou. Ele acrescentou que já solicitou a limpeza do canal à Superintendência de Manutenção e Conservação da Cidade (Sumac), mas nada foi feito. A assessoria de imprensa da Conder informou que a obra no canal será feita na segunda etapa do projeto, ainda sem previsão de início.

***
Infestação de ratos no subúrbio

Apesar de os ratos estarem presente em toda a cidade, é no subúrbio ferroviário onde eles se concentram. Dos 49 casos de leptospirose registrados pelo Centro de Controle de Zoonoses, 17 foram na região. A estatística está diretamente ligada às péssimas condições de saneamento básico de toda região. No loteamento de Parque Setúbal, em Coutos, moradores andam “armados” contra os roedores. “A gente coloca chumbinho todos os dias. Os ratos passeiam no telhado e sempre entram dentro de casa”, relata a moradora Regina Célia dos Santos, 43 anos.

As praias também não escapam da presença indesejável dos ratos. Restos de alimentos jogados na areia servem como isca para os roedores. No Porto da Barra, uma das praias mais freqüentadas, vendedores confirmam o perigo. “A limpeza só é feita pela ma-nhã. Durante a noite, os ratos passeiam nisso tudo aqui e ainda se entocam na parede da balaustrada”, conta o vendedor de água-de- coco, Ademir Pinto Gonçalves, 59.

O médico veterinário do CCZ, Marcelo Medrado, diz que as ações do órgão para o controle da população de roedores ocorrem em duas etapas. A desratização, feita com o veneno de rato, só é feita entre agosto a janeiro, períodos não chuvosos. “Não adianta colocar remédio para matar rato no Inverno”, explica. No período chuvoso, as ações são apenas preventivas, através de campanhas educativas junto à população e limpeza dos canais, que é realizada em parceria com a Limpurb. Ele ressalta, no entanto, que a população também é responsável pela manutenção da limpeza em seu bairro, devendo evitar jogar lixo em lugares impróprios.

***

NOTIFICAÇÕES*

Subúrbio ferroviário - 17

São Caetano/Valéria - 9

Cabula/Beiru - 8

Pau da Lima - 5

Cajazeiras - 3

Itapagipe - 3

Liberdade - 2

Brotas e Centro Histórico - 1

Barra/Rio Vermelho - 0

Boca do Rio e Itapuã - 0

Por distrito sanitário (Fonte: CCZ)

***
Incidência no período chuvoso

Os dados históricos do Hospital Couto Maia apontam um crescimento significativo do número de casos de leptospirose a partir do mês de maio, quando começa o período chuvoso. Este ano, as ocorrências começaram a aumentar em março. Até ontem, quatro pacientes – uma mulher e três homens – estavam internados no hospital com leptospirose. Destes, dois estão em estado grave na unidade de tratamento intensivo (UTI). “A leptospirose é uma doença endêmica em Salvador. É típica dos países subdesenvolvidos com problemas de saneamento básico”, ressalta a diretora da unidade hospitalar, Ceuci Nunes.

Apesar de perceber uma queda na quantidade de casos nos últimos três anos, o número de mortes ainda preocupa. O índice de mortalidade da doença é de 13%, enquanto o da dengue é de 5%. A especialista afirma que a maioria dos pacientes já dá entrada no hospital em estágio avançado da doença. Isto porque os sintomas coincidem com os de outras doenças infecciosas. As principais vítimas são homens que traba-lham em profissão de limpeza e locais abandonados, como pedreiros e jardineiros.

***

CONTAMINAÇÃO

A TRANSMISSÃO da leptospirose se dá através da água contaminada com urina do rato, principalmente após períodos de chuva forte, quando os canais transbordam e a população entra em contato com a água suja. A leptospyra, bactéria presente na urina do rato, penetra no organismo através da pele.

***
Esgoto em 61,8% das casas

Camila Vieira

Problemas antigos relacionados à falta de rede de esgotamento e coleta de lixo contribuem para que o número dos casos de lepitospirose se multipliquem na Bahia. A Síntese de Indicadores Sociais 2007, baseada na Pesquisa Nacional de Amostra por Domicílios (PNAD) 2006, revelou que dos 2,655 milhões de domicílios da Bahia, 61,8% contam com o serviço de rede coletora de esgotamento sanitário e/ou pluvial – o maior índice entre os estados nordestinos, muito superior à média da região, que é de 41,6%. Outros 31,9% dos domicílios dispõem de fossa e 6,2% desprezam seus dejetos em vala, direto no rio ou no mar, entre outras formas. Na região metropolitana de Salvador, 84% das 999 mil moradias contam com o serviço, 10,1% utilizam fossas e 5% fazem uso de outros meios.

Com relação à coleta de lixo, os números são preocupantes. A pesquisa constatou que 73% dos baianos contam com serviço diário, outros 23,1% dependem da coleta indireta e 3,9% não têm o benefício. A situação é ainda mais gritante da RMS, onde 47,7% têm disponível a coleta diária, 49,5% só contam com o serviço de forma indireta e 2,8% não dispõem.

Embora os dados da PNAD evidenciem a carência, a Embasa assegura que Salvador é uma das capitais com melhor atendimento em esgotamento sanitário do país, com índice de cobertura da ordem de 76,5%. Em nota enviada à imprensa, a empresa garantiu que vai executar, a curto prazo, mais 61 mil ligações domiciliares em Salvador, ampliando o atendimento à população, com prioridade para as áreas de baixa renda.

Com relação ao bairro de Sussuarana, a Embasa afirmou que a região é atendida com coleta regular de esgoto e não há registros recentes de quebras ou extravasamento da rede. A Embasa informou ainda que mantém convênio de cooperação com a Fundação Osvaldo Cruz, que informa todas as ocorrências de leptospirose na cidade. Segundo a empresa, nessas situações, os técnicos vão até o endereço onde houve infecção, avaliam as condições sanitárias da área e, se existir alguma irregularidade, se encarregam de corrigi-la.

A empresa tem ciência de que o esgoto é um dos vetores de disseminação da leptospirose, mas, por meio da sua assessoria, lembra que, de acordo com pesquisadores e centros de referência em controle de zoonoses, a maior incidência da bactéria leptospira presente na urina do rato ocorre após fortes chuvas e conseqüentes inundações. Outros fatores que favorecem o aumento de ratos – principal transmissor da doença – são o acúmulo de lixo e mato alto em terrenos baldios.

***
Principais sintomas


Dores no corpo

Dores de cabeça

Dor na panturrilha (batata da perna)

Icterícia

Febre

***
COMO PREVENIR
Manter caixas d’água, ralos e vasos sanitários tampados, evitando possível contaminação por ratos.
Um sinal de que os ratos estão por perto são buracos no jardim com diâmetro de 10cm a 15cm

Eliminar excrementos: um rato pode deixar até 25 mil por ano

Outro sinal de alerta são marcas de roedura nos sacos de lixo

Para evitar atrair ratos, certifique-se de que o lixo permaneça em recipientes tampados, e nunca jogue comida no quintal para outros animais

Quem trabalha na limpeza de lama, entulho e desentupimento de esgoto deve usar botas e luvas de borracha. Se isto não for possível, usar sacos plásticos duplos amarrados nas mãos e nos pés

O hipoclorito de sódio a 2,5% (água sanitária) mata as leptospyras e deve ser utilizado para desinfetar reservatórios d’água (um litro de água sanitária para cada mil litros de água do reservatório)

fonte: http://www.avoz.com.br/avoz/v3/online/online5.htm

Consciêcia negra

O Dia da Consciência Negra é celebrado em 20 de Novembro no Brasil e é dedicado à reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira.

A data foi escolhida por coincidir com o dia da morte de Zumbi dos Palmares, em 1695. Apesar das várias dúvidas levantadas quanto ao caráter de Zumbi nos últimos anos (comprovou-se, por exemplo, que ele mantinha escravos particulares) o Dia da Consciência Negra procura ser uma data para se lembrar a resistência do negro à escravidão de forma geral, desde o primeiro transporte forçado de africanos para o solo brasileiro (1594).
Algumas entidades como o Movimento Negro (o maior do gênero no país) organizam palestras e eventos educativos, visando principalmente crianças negras. Procura-se evitar o desenvolvimento do auto-preconceito, ou seja, da inferiorização perante a sociedade.
Outros temas debatidos pela comunidade negra e que ganham evidência neste dia são: inserção do negro no mercado de trabalho, cotas universitárias, se há discriminação por parte da polícia, identificação de etnias, moda e beleza negra, etc.
O dia é celebrado desde a década de 1960, embora só tenha ampliado seus eventos nos últimos anos; até então, o movimento negro precisava se contentar com o dia 13 de Maio, Abolição da Escravatura – comemoração que tem sido rejeitada por enfatizar muitas vezes a "generosidade" da princesa Isabel, ou seja, ser uma celebração da atitude de uma branca.
A semana dentro da qual está o dia 20 de novembro também recebe o nome de Semana da Consciência Negra.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Dia_da_Consci%C3%AAncia_Negra

NASA confirma descoberta de água e "substâncias intrigantes" na Lua


A NASA anunciou nesta sexta-feira que descobriu uma "grande quantidade" de água na Lua durante um experimento realizado no mês passado, quando a sonda LCROSS chocou-se com o interior da cratera Cabeus.


Dois impactos

A LCROSS era formada por duas partes. A primeira consistia no último estágio do foguete que a lançou ao espaço, chamado Centauro. A segunda era a sonda propriamente dita.
As duas se separaram algumas horas antes do impacto. Logo depois a LCROSS acionou seus foguetes em uma manobra de frenagem que a deixou cerca de 600 quilômetros de distância do projétil Centauro. Isso criou um atraso de cerca de 4 minutos entre o projétil e a sonda.
Com os dois segmentos seguindo o mesmo curso, o objetivo era que a LCROSS observasse a nuvem de poeira e detritos levantada pelo Centauro. A sonda também chocou-se contra o solo lunar depois de transmitir seus dados para a Terra.

Há água na Lua

A NASA havia criado uma grande expectativa quanto à nuvem de poeira que se levantaria durante o impacto, acionando um batalhão de astrônomos amadores para fotografar o evento. Mas a nuvem de detritos levantada foi muito menor do que o esperado e só pode ser observada pelos instrumentos precisos da LCROSS.

"De fato, sim, nós encontramos água. E nós não encontramos um pouquinho, nós encontramos uma quantidade significativa", disse Anthony Colaprete, cientista responsável pela missão.
Segundo Colaprete, os dados indicam que o impacto levantou algo em torno de 90 a 100 litros de água. Não foram divulgados dados sobre a quantidade estimada de detritos lançados na atmosfera, o que impede um cálculo percentual.

Substâncias intrigantes

A identificação de água na Lua é importante por motivos científicos: se ela estiver depositada lá há bilhões de anos na forma de gelo, pode conter incrustações com informações geológicas importantes sobre as origens de todo o Sistema Solar.
Mas a presença de água também poderia ser importante para futuras expedições tripuladas e para uma eventual base lunar.
Os cientistas afirmaram que os dados são preliminares e que as futuras análises deverão detalhar melhor a presença de água na cratera.
Segundo Colaprete, "junto com a água em Cabeus, há pistas de outras substâncias intrigantes." Mais detalhes, contudo, terão que esperar a publicação dos artigos científicos, o que deverá ser feito após a conclusão das análises.
Em Setembro último, uma sonda espacial indiana também havia encontrado sinais de água na Lua.


Uma São Paulo para 2025

Por Fernando Vieira (*)

Passadas as eleições municipais, São Paulo começa a se organizar em torno de um planejamento que contemple até 2025. Para Guilherme Afif Domingos, coordenador do programa de governo do prefeito reeleito Gilberto Kassab (DEM), uma cidade tão complexa como a capital paulista precisa de uma visão focada no longo prazo. Trata-se, segundo ele, do tempo necessário para a própria viabilização dos projetos, que englobam diferentes realidades da megalópole.

"É inconcebível um replanejamento de quatro em quatro anos. São Paulo precisa ter planos para, no mínimo, 16 anos, que é o prazo necessário até mesmo para a maturação dos projetos. O governante pode mudar, mas a linha de planejamento não", disse Afif. "São Paulo não é apenas uma cidade. São várias cidades formadas por seus expressivos bairros, com realidades individualizadas. Por isso não se pode pensar pequeno".

Durante cerca de duas horas, o coordenador do programa de governo vitorioso do DEM participou da sessão plenária na sede da Associação Comercial de São Paulo (ACSP), onde fez um balanço de toda a campanha eleitoral paulistana, uma antecipação dos próximos passos da segunda gestão Kassab e uma análise do cenário político que vem se desenhando para as eleições de 2010.

Afif afirmou que o prefeito reeleito tem a intenção de trazer a público a idéia de visão de longo prazo já desenvolvida no programa de governo, como uma forma de "sensibilizar a população" para essa necessidade. Segundo ele, o momento é ideal para promover a discussão das propostas mais profundas.

"Durante as campanhas eleitorais o cidadão é levado a ter interesse em saber o que se propõe de imediato. Por isso, é mais difícil aprofundar o debate", analisou.

Para Afif, que sempre acreditou na reeleição de Kassab, a vitória nas urnas teve uma sequência lógica, fruto de estratégia política, planejamento de marketing e habilidade de articulação. "Quem tinha medo era porque estava analisando política estaticamente", disse.

Segundo ele, o indicativo do possível sucesso na disputa, iniciada com apenas 9% das intenções de votos para o então candidato democrata, era a "forte aprovação do governo".

Desafios – Já os problemas detectados eram dois: o desconhecimento a respeito de Kassab, que nunca tinha experimentado uma exposição em candidatura majoritária, e a falta de crédito do prefeito dos méritos da gestão. "Sabíamos que a campanha só começaria a partir do início do programa eleitoral gratuito. Nosso objetivo era encostarmos na votação na medida da boa avaliação do governo", contou Afif, confirmando a tese após o pleito, já que a aprovação da gestão chegou aos 61%, mesmo patamar de votos válidos recebidos pelo prefeito.

Questionado sobre ser o estrategista, Afif fez questão de ressaltar o papel de Kassab como o hábil articulador. "Foi ele (Kassab) o cabeça, que conduziu o processo com extrema tranqüilidade".

Sobre os próximos passos da nova gestão, Afif disse que de imediato o prefeito deve promover a Virada Social, que representa a atuação incisiva na urbanização de favelas e na regularização de lotes. "Não vamos deixar acontecer em São Paulo o mesmo que no Rio de Janeiro. É preciso que o poder público coloque em prática o conceito de cidadania e reverta o processo de marginalização na cidade. Caso contrário, o crime organizado se encarregará", advertiu.

Ele justificou a prioridade citando números paulistanos, como 810 mil habitações irregulares, com uma população de 3,5 milhões sem endereço reconhecido pelo município, e um milhão de pessoas sem renda declarada. "Existe um Uruguai vivendo na marginalidade apenas em São Paulo", disse. "A primeira grande ação será o processo de instalação de água e de esgoto, medidas de saúde preventiva e meio ambiente. Esse programa já foi iniciado em cerca de 80 mil imóveis e será ampliado".

Afif citou ainda outra batalha que está prestes a ser concretizada, sem relação com a Prefeitura, mas de influência da ACSP. "O projeto de Micro Empreendedor Individual (MEI), levado a Brasília pela Casa, também deverá ser uma realidade no ano que vem, viabilizando um mutirão da legalidade para os trabalhadores informais", disse, justificando o retorno à Secretaria Estadual do Emprego e Relações do Trabalho ao fim da campanha.

"É uma missão que visa a auto-sustentabilidade da periferia da cidade, que se confronta com a política assistencialista, cujos benefícios acabam sempre apenas para quem assiste e não para o assistido", criticou.

Estado – De olho em 2010, Afif antecipou que a aliança tripartidária – PSDB, DEM e PMDB – já está firmada, pelo menos, em São Paulo. Ele destacou a importância da vitória de Kassab no estabelecimento dessa relação, com o reconhecimento ainda do governador José Serra, que sai fortalecido como a principal liderança política.

Afif foi surpreendido durante a plenária com uma faixa que congratulações ao prefeito eleito e tendo seu nome abaixo aclamado como governador. "Isso é boato, mas é agradável", brincou. Em seguida, ele admitiu que foi escalado como um candidato majoritário do DEM para as próximas eleições. Mas a definição da posição ficará a cargo do grupo de aliados. "O que deverá ser levado em conta é o projeto do grupo, não ambições individuais".

Presidência – Na estratégia presidencial, segundo Afif, a costura já vai tomando forma com a possível chapa formada por Serra e pelo governador Aécio Neves, lideranças dos dois maiores colégios eleitorais do País. "O que faz sentido acaba acontecendo. Essa união já sai com cacife eleitoral e com força de atração natural de novos aliados devido a sua envergadura", disse. "Afinal, o PMDB não é um partido vocacionado a dar apoio ao PT. Digo mais, o próprio PSDB saiu do PMDB", completou.

Além disso, Afif considera a crise econômica um importante divisor de águas a partir do próximo ano, colocando a necessidade de um eficiente administrador público, capaz de enxugar gastos da máquina sem afetar investimentos. "Até agora surfou-se na onde de crescimento mundial, mas acabou a era de discursos vazios e só carismáticos. Precisamos de hoje em diante de objetividade, de gente que realmente sabe o que fazer e como, além de para onde seguir".

A plenária da ACSP, que teve lotação máxima, foi acompanhada da mesa de trabalhos pelo presidente da entidade, Alencar Burti, pelo deputado federal Paulo Maluf (PP), pelo presidente do Sescon-SP, José Maria Chapina Alcazar, pelo secretário municipal de Relações Internacionais, Alfredo Cotait Neto, pelo curador da Bienal e ex-presidente da BMF, Manuel Pires da Costa, e pelo presidente da Sociedade Rural Brasileira, Cesário Ramalho da Silva.

fonte:http://www.dcomercio.com.br/Materia.aspx?canal=38&materia=3846

Mãe mata o filho de 8 meses,e dar queixa de sequestro na delegacia

Uma mulher suspeita de matar o próprio filho de oito meses e depois abandoná-lo em um matagal foi presa na manhã desta quarta-feira em Franco da Rocha, na Grande São Paulo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), na tarde desta terça-feira, a suspeita foi até a delegacia local e registrou uma queixa dizendo que o filho havia sido sequestrado.

Desconfiados do relato, os policiais cobraram esclarecimentos sobre o desaparecimento da criança até que descobriram que ela mesma havia cometido o crime. A mulher confessou o crime e foi presa em flagrante

Fonte:
http://noticias.terra.com.br/brasil/noticias/0,,OI4053908-EI5030,00-Mulher+e+presa+suspeita+de+matar+filho+de+meses+em+SP.html

O que mais me choca é a friesa dessa mulher, em enterevista concedida ao programa do Datena da TV Bandeirantes. A moça que era "babá" alegava que era um menino bem tratado e que  nunca lhe faltou nada, e tambem que foi um momento de descontrole, e que niguem mais estava envolvido nesse clime ediondo.
O que leva um ser a fazer isso.O filho supostamente seria filho de um pasto de uma igreja evangelica que apimenta mais a hitória.
Nas escrituras  sagradas está escrito que, virão falsos profetas, e que pai se voltará conta filhos, e filhos contra pais.
"O Fim dos tempos está chegando."
A criação do Dia das Crianças no Brasil foi sugerido pelo deputado federal Galdino do Valle Filho na década de 1920.




Arthur Bernardes, então presidente do Brasil, aprovou por meio do decreto de nº 4867, no dia 5 de novembro de 1924, a data de 12 de outubro como o dia dos pequenos.



O Dia das Crianças só passou a ser comemorado mesmo em 1960, quando a fábrica de brinquedos Estrela fez uma promoção junto com a empresa Johnson & Johnson para lançar a "Semana do Bebê Robusto" e aumentar suas vendas.



A idéia das duas empresas deram tão certo que outros comerciantes resolveram adotar a mesma estratégia. E assim, dia 12 de outubro é dia de criança ganhar presente!



Dia das Crianças no Mundo

Muitos países comemoram o Dia das Crianças em outros dias do ano. Na Índia, é em 15 de novembro. Em Portugal e Moçambique, a comemoração acontece no dia 1º de junho. Na China e no Japão, a comemoração acontece em 5 de maio.



Dia Universal da Criança

A Organização das Nações Unidas, também conhecida como ONU, comemora o dia de todas as crianças do mundo em 20 de novembro. Foi nessa data que os países aprovaram a Declaração dos Direitos das Crianças.
Agora eu estou no twitter e quem quiser me seguir é muito facil é so ir nesse endereço:http://twitter.com/CandidoRicardo